os dias de norma jean

Ícone de Hollywood e sex symbol da década de 50, Marilyn Monroe nasceu em Los Angeles a 1 de Junho de 1926 como Norma Jean Mortensen. Resgatada de uma vida de pobreza e miséria, Norma Jean vislumbra as primeiras centelhas da ascensão ao estrelato quando, depois de pintar o cabelo de louro platinado, começa a trabalhar como modelo pinup para uma empresa de fatos de banho...

terça-feira, maio 30, 2006

Despedida

Há muito tempo que ando embrenhada nos acontecimentos da vida... ansiando por mais tempo para o que dizem ser supérfluo... Neste regresso queria falar sobre o meu pai, mas não soube o que dizer. É estranho... a minha vida parece ter continuado depois da sua partida, no mês passado. Há muito que se estava a matar.... não sei bem se pela solidão que sentia, se pela ideia perdida de uma família tradicional que nunca existiu... no entanto, todos gostavam dele e ele sentia-se feliz por ser popular, por receber esse calor anónimo. E eu ficava triste e por vezes envergonhada por este homem, de quem todos gostavam, não ser o pai que eu esperava, que conhecia e apoiava os meus passos e esclarecia as minhas dúvidas. Não é rancor. Eu não sou assim! É uma tristeza descontínua, mas incisiva, que me assalta como um lamento... por não termos sido verdadeiramente próximos. E, no entanto, lágrimas salgadas escorrem-me pelo rosto quando o recordo no silêncio do quarto vazio onde permaneceu dias a fio, imóvel e dependente.... ou na cama de hospital onde, irreconhecível, partiu num sofrimento atroz. Pai, sei que também não fui a filha que esperavas mas é verdade que sempre te amei. Vou falar contigo agora, pai... vou levar-te flores, vou emoldurar o sorriso que esboçavas quando me vias e recordar a ternura dos teus anos de velhice. Foto: Erick Lunsford