os dias de norma jean

Ícone de Hollywood e sex symbol da década de 50, Marilyn Monroe nasceu em Los Angeles a 1 de Junho de 1926 como Norma Jean Mortensen. Resgatada de uma vida de pobreza e miséria, Norma Jean vislumbra as primeiras centelhas da ascensão ao estrelato quando, depois de pintar o cabelo de louro platinado, começa a trabalhar como modelo pinup para uma empresa de fatos de banho...

terça-feira, janeiro 30, 2007

Valha-me Deus!

Ainda dizem que nas lojas dos chineses não se vende nada que valha a pena. Quando vi este crucifixo cor-de-rosa e dourado, que funciona como luz de presença quando ligado à corrente, não pude resistir e comprei-o. Uma preciosidade de estilo kitsch que só tem um problema…a ficha é tão curta que não chega a fazer contacto…

sábado, janeiro 27, 2007

Window

Last day in May, the afternoon: remember?
Black marks off charcoal from the dune: remember?
I thought it wouldn't be too soon; we'd wait at least until its June
The twenty-ninth of March it rained: remember?
You looked so sad that I explained: remember?
You knew it wouldn't be too soon; we'll have to wait until its June
I've been waiting since I don't know when and now it finally seems about to start
I swear, I swear, that I will do my part
December dark at six o'clock: remember?
The freezing wind gives you a shock: remember?
You knew it wouldn't be too soon; we'll have to wait until its June
October damp on down the street: remember?
The sodden leaves stuck to your feet: remember?
You knew it wouldn't be too soon; we'll have to wait until its June
I've been waiting since I don't know when and now it finally seems about to start
I swear, I swear, that I will do my part
July the third we stayed up late: remember?
And thought how long we'd have to wait: remember?
It'll be so long until it's soon; it'll be so long until its June

Letra da música "Here Comes The Summer", The Fiery Furnaces “EP”
Foto: jean; jean

quarta-feira, janeiro 24, 2007

O reinado de Zaha

Antes de mais não se assustem com a senhora aqui em cima. Para quem não sabe é a reconhecida, famosa, prestigiada, premiada arquitecta Zaha Hadid, um exemplar raro da arquitectura no feminino. Não é que a questão me tire o sono, mas incomoda-me pela insistência com que se me aflora nesta aglomerado de massa cinzenta. Porque é que, neste fenómeno mediático em que se transformou a arquitectura e os arquitectos, não se encontram mulheres, fêmeas, indivíduos do sexo feminino? Depois de ter colocado a questão a mim própria e a duas mãos cheias de arquitectos entrevistados – Calatrava, T. Mayne, Eisenman, R. Meier, van Egeraat, Tschumi e outros - continuo sem encontrar uma razão plausível…

terça-feira, janeiro 23, 2007

Morrer de Amor

"Ela olhou muito para mim. Ela era o seu rosto de menina, a sua pele pura. Lembrei-me dos meus dedos sob a água limpa de uma fonte. Ela era a mulher mais bonita do mundo. Ela era a manhã sob o céu a iluminar a claridade. Ela disse amo-te. Ela, o seu rosto puro, diante de mim, as chamas, o fogo, disse amo-te. Como palavras impossíveis e como únicas palavras. Eu sorri tanto. Fui feliz e, nesse momento, morri."

Ainda hoje não consegui terminar este livro do J. L.P.... é demasiado belo e doloroso.

In "Uma Casa na Escuridão", José Luís Peixoto
Foto: "Lost Diary" (1997), Albert Watson

Insolação

Sonhei que sonhava na praia...e assim acordei alvoroçada sobre a toalha.

Foto: Stefanie Schneider

domingo, janeiro 21, 2007

Narciso

"Nas Metamorfoses, Ovídeo conta a história de uma ninfa bela e graciosa chamada Eco que amava Narciso em vão. A beleza de Narciso era tão inigualável que ele pensava que era semelhante a um deus, comparável à beleza de Dionísio e Apolo. Como resultado disso, Narciso rejeitou a afeição de Eco até que, desesperada, ela definhou, deixando apenas um sussurro débil e melancólico. Para dar uma lição ao rapaz frívolo, a deusa Némesis condenou Narciso a apaixonar-se pelo seu próprio reflexo na lagoa de Eco. Encantado pela sua própria beleza, Narciso deitou-se no banco do rio e definhou, olhando-se na água. As ninfas construíram-lhe uma pira, mas quando foram buscar o corpo, apenas encontraram uma flor no seu lugar: o narciso."

in wikipedia

Foto: Ana Luandina

Porque sim!

Em Viana do Castelo existe um pasteleiro muito especial. Para além de fabricar os melhores jesuítas do MUNDO - para quem não sabe é um pastel folhado com cobertura de açúcar - é exímio em justificar a qualidade dos mesmos! Afinal de contas, o que é que nós temos a ver com isso? Houvesse mais egos assim em Portugal...

sábado, janeiro 20, 2007

Road Movie

Quem me dera o céu azul de Outubro.

Foto: Alex

quinta-feira, janeiro 18, 2007

Aceitam-se sugestões

Depois de muitas hesitações, decidi apelar à vossa imaginação.
ACEITAM-SE SUGESTÕES DE DESTINOS DE FÉRIAS (Fevereiro)!

segunda-feira, janeiro 15, 2007

Stereolab

"Emperor Tomato Ketchup": o meu melhor albúm dos Stereolab.

Transformei-me num brócolo

Como sabe que adoro bróculos, a minha mãe presenteia-me todos os domingos com alguns molhos. Não tive outro remédio senão congelá-los e usar os que já não cabem em tudo que prato...não tarda nada, algo se vai passar...

Foto: Alex

domingo, janeiro 14, 2007

(In)existencialismo

"…."O homem é condenado a ser livre" Com essa afirmação vimos o peso da responsabilidade de sermos livres. Frente a essa liberdade, o ser humano angustia-se porque a liberdade implica escolha, que só o próprio indivíduo pode fazer. Muitos de nós paralisamos e, assim, achamos que não fomos obrigados a escolher. Mas a "não acção", por si só, já é uma escolha. A escolha de adiar a existência, adiando os riscos para não errar e gerar culpa, é uma tónica na sociedade contemporânea. Arriscar-se, procurar a autenticidade, é uma tarefa árdua, uma jornada pessoal que o ser deve empreender em busca de si mesmo…"

Foto: Jean-Paul Belmondo e Jean Seberg em "O Acossado" de Jean-Luc Godard

quinta-feira, janeiro 11, 2007

Não há tempo...

Não há tempo a perder!

Foto: "Final Destination", in ATTITUDE March edition

terça-feira, janeiro 09, 2007

Earl

É muito raro ver televisão, mas deparei-me por acaso, na Fox, com uma série hilariante!
Depois de Sexo e a Cidade e Sete Palmos de Terra quase apetece adoptar mais esta

sábado, janeiro 06, 2007

Música para fim de semana

The Knife

"Silent Shout"


"We are the Pipettes"


(Com o patrocínio Gravilha)

quinta-feira, janeiro 04, 2007

Mostra-me as tuas mãos e dir-te-ei quem és

Das tarefas mais elementares aos gestos mais sublimes, as mãos são mediadoras de sentimentos. Observar mãos desconhecidas, pode dizer-nos muito sobre essa pessoa... ou não?

Foto: Alex

segunda-feira, janeiro 01, 2007

Momento zero

desperto para a glória dos dias.
o sol é ténue, mas a primavera não tarda
o silêncio há-de florir em mil palavras feitas de prados de margaridas e girassóis
a calçada, o areal, a terra fecunda vão testemunhar a promessa de revolução abrigada num sorriso inteiro.

Foto: Venice Beach Rock Festival (1968) de Dennis Stock